Sabe a responsabilidade que você tem de cuidar bem do seu dinheiro para cumprir todas as suas obrigações? Acontece o mesmo com as empresas — e isso só é possível graças à adequada gestão financeira.

Essa área está ligada ao sucesso e à boa continuidade dos negócios, bem como traz muitas oportunidades de negócios. Você será capaz de explorar essas incríveis possibilidades se fizer uma graduação nessa área.

Que tal descobrir o que o aguarda? Então vamos conhecer o setor de Gestão Financeira!

Gestão Financeira - cta1

Afinal, o que faz quem trabalha nessa área?

Um gestor financeiro tem grande importância, porque é quem fica responsável pelo dinheiro e seu uso estratégico em uma empresa.

Ao se formar na área, você não tem que fazer o pagamento de impostos ou gerar dados, pois isso é papel da contabilidade.

Em vez disso, sua função é mais analítica, como criar orçamentos, acompanhar os gastos e definir possibilidades de redução.

E você não ficará responsável apenas pelo dinheiro que já está no empreendimento.

Isso mesmo: é preciso desenvolver estratégias de captação de investimentos e recursos, por exemplo.

Principalmente, não podemos deixar de falar que a sua atuação estará ligada aos objetivos do negócio. É essencial ter dinheiro para pagar fornecedores, funcionários e investimentos.

Tudo isso tem a ver com o sucesso e com as metas de crescimento ou consolidação, certo?

Por isso, sua atividade terá grande importância para que a empresa tenha um bom resultado no final do ano.

Quais as áreas de atuação do profissional de Gestão Financeira?

Como a atuação não se baseia apenas no controle de recebimentos e contas, um gestor financeiro tem múltiplas funções. Você poderá atuar em parceria com diversos setores do negócio, além de explorar as possibilidades em vários segmentos da economia.

Para conhecer todas as opções, veja quais são as possíveis áreas de atuação!

Gerente Orçamentário

O orçamento é um dos pontos mais importantes para qualquer empreendimento.

Ele ajuda a definir o quanto pode ser gasto e como os recursos devem ser direcionados. Assim, nenhum ponto fica “descoberto”.

Nessa área de Gestão Financeira, você será o responsável por elaborar esse documento, de acordo com os recursos e os objetivos organizacionais. Essa atuação vai nortear a ação das demais áreas do negócio.

Por isso, vale a pena caprichar no trabalho em equipe!

Gestão Financeira - investimentos

Analista de Investimentos

Os investimentos de uma empresa são essenciais para a sua continuidade. Os que são realizados incluem a aquisição de bens e a aplicação em títulos para obter a rentabilidade.

Já os recebidos têm a ver com a atuação de acionistas ou investidores, como no caso das startups. Na função de analista de investimentos, você vai controlar a entrada e a saída de recursos e definir quais são as melhores decisões.

Também ficará responsável por definir novas formas de captação e de atração de pessoas interessadas no negócio. Com um bom controle, é possível aumentar a capacidade do empreendimento e suas chances de sucesso.

Gerente de Contas

Embora seja papel da contabilidade registrar e acompanhar as entradas e saídas de dinheiro, a Gestão Financeira também é útil nessa parte do negócio.

Com uma visão mais estratégica que apenas técnica, permite identificar oportunidades e ameaças. Seguindo os objetivos da empresa, é mais fácil tomar boas decisões.

Nesse caso, o Gerente de Contas é o responsável por verificar os valores que entram, que saem e que estão pendentes. Você ficará de olho nos clientes inadimplentes, nos pagamentos a fornecedores e no fluxo de caixa.

Assim, dá para direcionar os recursos e garantir o melhor uso.

Analista do Mercado Financeiro

Muitas empresas estão totalmente atreladas ao mercado financeiro. As que têm capital aberto na Bolsa de Valores são bons exemplos.

Nesses casos, a presença do Analista Financeiro é essencial. Você usará todos os seus conhecimentos para estudar e até prever o que acontece no mundo das finanças.

A sua atuação será estratégica para a tomada de decisões e a escolha das melhores ações sobre investimentos, feitos e recebidos. Além disso, é uma área da Gestão Financeira que permite prever cenários, antecipar problemas e garantir o melhor uso das finanças ao longo do tempo.

Controller

Em tempos de responsabilidade empresarial e de luta contra a corrupção, é fundamental ficar de olho nas finanças.

Como controller, você tem a chance de garantir que o uso é adequado, legítimo e distante de qualquer fraude. De forma simples, é um jeito de “fiscalizar” todas as operações financeiras.

Para ter sucesso, é preciso ter capacidade analítica e desempenhar auditorias e conferências frequentes.

Consultoria Financeira

Após ganhar experiência e aumentar seus conhecimentos, você pode se tornar um consultor financeiro. O papel desse gestor é fazer um diagnóstico dos negócios e oferecer soluções para os principais problemas.

Como a atuação é autônoma, dá para potencializar os seus ganhos. Além disso, é perfeito para quem busca dinamismo e novos desafios constantemente.

Quais são os salários médios da área?

O site Salario.com.br fez um levantamento com mais de 10 mil salários. Quem faz tecnólogo em Gestão Financeira recebe, em média, R$ 6,1 mil por mês.

A boa notícia é que dá para ganhar ainda mais em certas áreas. Os consultores, por exemplo, recebem uma média de R$ 9,1 mil mensais.

Já em alguns serviços de escritório e apoio administrativo, os valores chegam a R$ 10 mil por mês.

Nada mal, não é mesmo? E lembre-se: quanto maior for sua experiência e capacitação, maiores são as chances de receber um salário mais recheado.

Gestão Financeira: seja um profissional-chave nas empresas

A Gestão Financeira é uma área estratégica para os negócios e com muitos caminhos para os profissionais. Com a decisão de fazer o curso, você terá grandes possibilidades de carreira!

Quer ir se preparando para ocupar as melhores vagas? Baixe nossos 3 modelos gratuitos de currículo e impressione os recrutadores!

Gestão Financeira - cta2